Publicado em: 05/12/2021 17:36:40

Compartilhe Facebook Twitter

Governador veta projeto que reconhecia o curso de direito da UFCG em Sousa como patrimônio do estado - VEJA - Foto: reprodução
Foto: reprodução
O diário oficial do estado da Paraíba trouxe no sábado (04), a publicação de um veto assinado pelo governador João Azevedo sobre um projeto que tinha como objetivo, reconhecer o curso de direito da UFCG-Campus/Sousa, como sendo Patrimônio Imaterial do Estado da Paraíba.

O projeto que foi aprovado na assembleia legislativa da Paraíba, é de autoria do deputado Júnior Araújo, que não teve forças suficientes para convencer o governador a chancelar o curso de direito em Sousa, como patrimônio estadual.

O governador sustentou suas alegações para assinar o veto ao projeto, baseando-se na consulta que fez ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (IPHAEP), que por sua vez entende que não se justifica o reconhecimento do curso de Direito de Sousa como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado Paraíba, pois faltam de elementos que efetivamente resguardem seu valor patrimonial exclusivo da Paraíba.


Desenvolvido por 7S